Textos – Mente Ordenada

O mundo é o caos, minha casa ordenada!

Não controlo o exterior… com tantas pessoas, desejos, violências, mas estou certo que erram em sua complexidade e diversidade.

Aqui, nessa caixa de concreto que adquiri com meu único e exclusivo suor,

em prestações que terminarão no momento de minha morte…

Quem manda sou eu! Somente eu! E o banco que me concedeu o empréstimo…

Sou imperador de meu espaço!

Ninguém me dá ordens em meus domínios… com exceção do meu chefe, o chefe dele, e o chefe do chefe dele.

 

Na rede social eu bloqueio para valer!

No site do portal coloco para fora todo meu ódio…

Bem vindo à minha tirania individual-coletiva, onde em grupo ridicularizamos nossos próprios interesses, atacamos o diferente e nos confortamos com o sofrimento alheio.

E não importa o que tente me dizer, pois em meu reino real e virtual, a lei, o intérprete e quem aplica sou eu! O ilustríssimo soberano de minha vida teleguiada.

 

Sou o Senhor de minhas ideias facilmente influenciáveis, e quem ousa me contrariar é vassalo da razão… Ser inferior, digno de pena.

Salve minha casa e o jornal televisivo, origem de toda a verdade, que me informa com suas novelas…

Olha, um assalto!

Sai daí seu retirante

famélico meliante

imigrante

estranho itinerante

Ser repugnante!

E agora o futebol…

Meu time ganhou

Mais uma vez o juiz nos ajudou..

Ufa! Ainda bem que ninguém denunciou

 

Salve o mundo que não entendo e não aceito.

E não me venha com suas explicações complexas!

Não sei o que está errado, nem porque a vida não pode ser tão ordenada quanto meu lar, sempre impecável, onde vivo sozinho junto com minha mulher e filhos…

 

De onde vem essa angústia? Essa dor no peito…

Meu coração é pedra desde que deixei de usar minha cabeça, mas a dor não parou…

E dentre todas as certezas irrefutáveis que moram em mim…

A maior que tenho é que a culpa…

A culpa de tudo…

É sempre do outro!

2 comentários em “Textos – Mente Ordenada

Tem alguma dúvida, ou quer compartilhar uma dica? Deixe seu comentário!