Viagens – Degustando vinhos no Vale dos Vinhedos – RS

O Vale dos Vinhedos, localizado entre os municípios de Bento Gonçalves, Monte Belo e Garibaldi – RS, é a única região brasileira produtora de vinho que conta com denominação de origem (designação atribuída aos vinhos originários e tradicionalmente produzidos numa dada região, cuja qualidade ou caraterísticas se devem essencial ou exclusivamente aos fatores naturais e humanos do meio geográfico).

Na localidade ficam algumas das mais conhecidas vinícolas nacionais como Miolo e Casa Valduga, assim como outras menores que atualmente produzem bebida de excelente qualidade.

valduga3

 

Vinícola Miolo

Não precisamos acordar muito cedo para fazer nosso roteiro. Tomamos café da manhã com calma no hotel (Super 8 de Bento Gonçalves – econômico, limpo e confortável) e começamos nosso dia indo à Miolo (a mais distante de nosso hotel). Pegamos o tour das 11:00 (a vinícola conta com  visitas guiadas quase de hora em hora).

O percurso da visitação básica se inicia pelo parreiral, e segue para as caves. A guia fala um pouco da história da vinícola, de tipos de uvas e métodos de produção de vinho. Ao final há uma degustação (a melhor parte) com breves orientações de como se avaliar um vinho. A visita custou R$30,00 (sendo que R$10,00 podem ser usados como desconto na compra de um vinho) e durou aproximadamente uma hora.

Miolo3

 

Miolo4

 

Miolo2

Vinícola Larentis

Continuando pelo Vale fomos à Larentis, uma vinícola familiar de pequeno porte. Lá é possível degustar os vinhos produzidos em um balcão (inclusive o excelente Reserva Especial Merlot 2012). A funcionária que nos atendeu foi bastante simpática e nos levou aos belos parreirais de onde saem as uvas para alguns dos ótimos vinhos que produzem. A visita foi breve e saborosa.

Larentis1

 

Larentis2

 

Após a visita à segunda vinícola fomos almoçar. Muitas das vinícolas menores fecham para almoço e reabrem no início da tarde.

Giordani Gastronomia Cultural

O Restaurante fica dentro do Vale dos Vinhedos, tem um ambiente bem acolhedor assim como comida típica bem temperada e farta (o sistema é de rodízio), gostamos especialmente da sopa de capeletti de entrada e da polenta grelhada com queijo coalho. Foi uma boa opção para a refeição.

Giordani

Casa Valduga

Devidamente almoçados fomos conhecer a Casa Valduga, que conta com um tour guiado bem bacana (R$40,00, com direito a uma taça de cristal de brinde). A visita se inicia com a projeção de um vídeo, que conta a história da família e da vinícola e continua pela enorme cave que comporta 6 milhões de garrafas (majoritariamente de espumantes), com cinco paradas estratégicas para degustação. Ao final chegamos ao parreiral e fizemos a última prova de espumante podendo ainda colher e comer algumas variedades de uvas frescas disponíveis lá.

Na loja da Casa Valduga, onde termina a visita, é possível experimentar muitos outros vinhos e decidir os que serão levados para casa.

valduga1

 

 

Don Laurindo

Nossa última vinícola foi a Don Laurindo, mais uma de pequeno porte. Eles produzem poucas milhares de garrafas por ano (com apenas seis funcionários) inclusive o ótimo Tannat safra 2013. Não tirei fotos lá, mas há degustação dos vinhos da casa e certamente vale a visita.

Entre Vinhos

No fim do dia, depois de muitas (e saborosas) degustações de vinhos fomos jantar na Pizzaria Entre Vinhos. Como a casa fica no Vale dos Vinhedos a variedade de vinhos ofertados é bem grande.

O mais interessante é que eles não têm carta, dispondo os vinhos em móveis espalhados pelo salão,  cada um contendo as variedades uma diferente vinícola, o serviu para provar a bebida de vinícolas cujo tempo não nos permitiu visitar. Ah, a pizza também é deliciosa.

Pizza1

Pizza2


O Vale dos Vinhedos fica próximo de Cambará do Sul. Confira nosso Post:

Viagens – Cânions em Cambará do Sul – RS


Mapa

Tem alguma dúvida, ou quer compartilhar uma dica? Deixe seu comentário!