Viajar mais gastando menos – economizando na compra de passagens aéreas

Passagens Aéreas

Na segunda postagem da série Viajar mais gastando menos vamos compartilhar dicas para a compra de passagens aéreas. Caso não tenha conferido a primeira postagem, quando falamos sobre o planejamento inicial, clique aqui.

Comparando Preços

Quando eu e minha namorada desejamos viajar para um local mais distante, nossa primeira preocupação é garantir as passagens de avião com um bom preço. Isso porque o transporte aéreo normalmente representa um dos maiores gastos em qualquer viagem e se conseguirmos economizar nesse item certamente sobrará mais dinheiro para o resto.

Ficamos constantemente atentos a sites e perfis de redes sociais que anunciam promoções como o Passagens Imperdíveis e Melhores Destinos, assim como aos e-mails que recebemos das companhias aéreas, porém não é sempre  que as promoções anunciadas servem para a gente (às vezes aquele voo com preço imperdível não tem saída de nossa cidade ou não há oferta nas datas que teremos disponíveis). Por conta disso, na maior parte das vezes temos que partir para a busca, normalmente através dos seguintes sites:

Decolar.com

A ferramenta que mais utilizamos é o Decolar.com, pois é de fácil utilização e apresenta uma grande variedade de voos de diversas companhias aéreas.

Expedia

Como “segunda opinião”, em geral, utilizamos o Expedia, repetindo a busca que fizemos no Decolar.com. Assim conferimos se os preços do voos que achamos no primeiro site realmente são os melhores disponíveis.

Google Voos

Há pouco tempo descobrimos o Google Voos, que como quase todos os produtos do Google prima pela simplicidade.

O bacana dele é que além da pesquisa semelhante à que existe no Decolar e Expedia é possível utilizar de maneira bem fácil alguns outros critérios de busca como a comparação de passagens baseada em sua data, combinada com local e interesses. Por exemplo: em lugares você pode colocar “Brasil” e em interesses “ecoturismo” e o Google Voos te mostrará várias opções de destinos de ecoturismo no Brasil.

Além disso, o Google permite criar alertas de passagem, ou seja, quando já temos data e destino estabelecidos  há a opção de ativar o rastreamento de preços, que nos envia e-mails sempre que os preços das passagens cadastradas forem alterados (tanto para mais quanto para menos).

Além dos sites que indicamos, já ouvimos relatos de gente que gosta do Skyscanner, o qual tem uma série de ferramentas de alertas. Não temos o hábito de utilizá-lo, mas fica aqui também a dica.

Independentemente do website que você preferir buscar, quando encontrar o melhor preço não deixe de ir diretamente ao site da companhia aérea e verificar se a passagem indicada no buscador tem o mesmo preço. Afinal comprando diretamente, você provavelmente irá economizar em taxas.

Simulando Multitrechos

Quando pretendemos ir à mais de uma cidade, ou chegar em um país por uma cidade e voltar por outra utilizamos a opção “multitrechos”, disponível em todos os sites indicados acima, assim, podemos realizar a busca de todas as passagens de uma vez só.

Stopover

Na hipótese de você estar indo para um destino mais distante, como Europa ou Ásia, vale lembrar que quase toda companhia aérea permite uma parada de alguns dias em seu país de origem (como se fosse uma escala estendida). Por exemplo, quando fomos à Alemanha no ano passado (2016), o melhor preço que encontramos foi da Alitalia, então (utilizando o Stopover) conseguimos passar 3 dias em Roma sem pagar qualquer valor adicional.

Utilizando Milhas

Eu administro minhas milhas como se fossem um investimento (ou até melhor). Tenho o hábito de concentrar minhas despesas no cartão de crédito para pontuar.  Além disso, sei que os programas de milhagem regularmente lançam promoções em que as transferências de pontos são bonificadas. Sendo assim, procuro transferir nesses momentos. Por exemplo, se eu tenho 10.000 pontos no cartão e o programa de milhagem oferece uma bonificação de 50% através de e-mail, eu aproveito promoção para conseguir 15.000 milhas.  

Sou cadastrado em todos os programas de milhagem das companhias aéreas nacionais (Smiles, Multiplus, Tudo Azul e Amigo – Avianca) e jamais pego um voo sem pontuar.

Outra dica que penso bem válida para a administração de milhas é escolher um programa preferencial e priorizar as transferências para esse programa. Não adianta você ter milhas insuficientes em várias companhias diferentes, é melhor eleger alguma que te agrade mais e concentrar seus pontos naquela.

Vale ter atenção na hora de gastar as milhas também, aproveitando promoções de “milhas reduzidas”.


Agora que já sabe como gastar menos, que tal se inspirar para as próximas férias?

Veja nossos relatos de viagens aqui.


Confira como iniciar seu planejamento no primeiro post da série!


Confira como economizar achar a hospedagem ideal no terceiro post da série!

Viajar mais gastando menos – achando a hospedagem ideal

Caso também tenha dicas para economizar, compartilhe conosco!

Tem alguma dúvida, ou quer compartilhar uma dica? Deixe seu comentário!